Tríduo em preparação para a Festa de São Vicente Pallotti | 3º Dia

3º DIA: COM PALLOTTI, EXPERIMENTEMOS O
 DEUS, AMOR INFINITO

Dirigente: A fonte de misericórdia é o coração que ama, porque amar é sua vida e sua alegria. Para nós, a fonte de misericórdia é o Amor Infinito de Deus. Não é um amor cego, mas o Amor da Sabedoria Infinita. Qualquer que seja a maneira do Amor Infinito e quaisquer que sejam os caminhos que guiam as simpatias da Sabedoria Infinita, estão muito além do nosso conhecimento. É um abismo. A nossa mente não consegue atingi-Lo. Deus, porém, nos amou muito, antes de existirmos. Portanto, jamais poderemos amar a Deus tanto quanto nos amou.
Pallotti diz: “Deus é o louco de amor”. Uma coisa é certa, a misericórdia tem como fonte o Amor Infinito e como guia a Sabedoria Infinita. Os porquês fazem parte da bagagem das surpresas que estão reservadas para nós, no Paraíso.
Vicente Pallotti é fascinado pela infinitude de Deus, porque não é fechada em si mesma. É como que um oceano, um céu sem fim. Ele percebe Deus como sendo o Amor Infinito, que distribui, da mesma forma, riquezas infinitas. 

Sinal da cruz: Por mim nada posso  com Deus tudo posso  por amor de Deus tudo quero fazer  a ele a honra e a mim o desprezo.

Oferecimento

Dir.: São Vicente Pallotti

Todos: É grande o nosso amor e devoção para convosco. Nós confiamos na vossa proteção, pois sempre nos auxiliastes em nossas necessidades e aflições.
Por isso, rezamos e esperamos firmemente de Deus, pela vossa intercessão, a graça que vos pedimos neste tríduo.
(Pedidos particulares e Ave Maria)

Reflexão

O amor de Deus é necessariamente misericordioso. Não existe ninguém que possa amar a Deus, quanto Ele merece ser amado. Deus ama sempre a perder. Perde sempre, quando nos ama, porque não sabemos e não podemos amá-Lo como Ele nos ama. Ele nos amou, antes de sermos pessoa, isto é, antes que existíssemos, Ele já nos tinha em seu coração. E todo esse tempo indeterminado que Ele nos amou, enquanto não existíamos ainda, não poderemos recuperá-lo jamais.

“Oh meu Senhor, mesmo que te amasse, com todas as minhas forças, e te amasse mesmo quanto Tu merecesses ser amado, Tu perdes sempre, porque , quando eu começo a amar-te, já fazia uma eternidade que Tu me amavas, oh meu Senhor! As invenções e as indústrias do teu amor são inefáveis, um paraíso! O teu amor vence o meu assim como as caminhos do céu são maiores do que os caminhos da terra.” São Vicente Pallotti  (Poema da Misericórdia,19)

“Oh amor Infinito! Fazei-me ver como fui ingrato pelo abuso de vossos dons. Fazei-me conhecer que fui insensato em não tirar proveito da intercessão dos santos e da intercessão de Maria, minha mãe querida. Confio, porém, que por vossa infinita misericórdia, agora e sempre, me ajudareis, concedendo-me a graça de imitar os santos, antes de tudo, a minha mãe Maria e Jesus”. São Vicente Pallotti ( L’Amore Infinito, 90)

(Canto: Onde reina o amor, fraterno amor. Onde reina o amor, Deus aí está.)

Dir.: De pé, rezemos (cantemos) a ladainha de São Vicente Pallotti.


Ladainha (Breve)

São Vicente, rogai por nós!
Intercedei a Deus por nós!

Adorador da Trindade – intercedei!
Instrumento do Espírito – intercedei!
Esposo de Maria – intercedei!
Cooperador de Jesus Cristo – intercedei!

Homem de grande fé – intercedei!
Amigo da pobreza – intercedei!
Exemplo de castidade – intercedei!
Modelo de obediência – intercedei!

Pelo papa e pelo clero – intercedei!
Pela unidade da igreja – intercedei!
Por toda nossa Província – intercedei!
Por nossa comunidade – intercedei!

Pela UAC e pela SAC – intercedei!
Pelos vocacionados – intercedei!
Por toda nossa família – intercedei!
E a conversão dos pecadores – intercedei!


Dir.: Ó Deus, que suscitastes o Santo Sacerdote Vicente Pallotti, para defender a fé e reavivar a caridade, concedei-nos pela imitação de seus exemplos, ter no coração a certeza da verdade e o amor fraterno. Por Nosso Senhor Jesus Cristo vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!


Oração do tríduo

Dir.: Eu desejaria ser pão, para saciar os famintos.
Todos: Eu desejaria ser vestimenta, para vestir os nus.
Dir.: Eu desejaria ser bebida, para dessedentar os sedentos.
Todos: Eu desejaria ser fortificante, para fortalecer o estômago dos fracos.
Dir.: Eu desejaria ser leito macio, a fim de dar repouso aos abatidos.
Todos: Eu desejaria ser remédio e saúde, a fim de curar os males dos enfermos, dos deficientes físicos, dos feridos, dos surdos e dos mudos.
Dir.: Eu desejaria ser luz, a fim de iluminar os cegos de corpo e de espírito.
Todos: Eu desejaria ser vida, a fim de despertar todas as criaturas mortas para a vida da graça e para a vida corporal.
Dir.: Ah meu Deus!
TodosFaça-se em mim e em todos, agora e sempre, tudo, segundo a vossa santíssima vontade.
 Oração Final
Meu Jesus, minha infinita, imensa, incompreensível misericórdia. Vós me dais a vossa própria misericórdia e fazei que a minha vida seja uma vida toda de obras de misericórdia, em benefício de todos. E onde eu não posso chegar por meio dos meus esforços, fazei-o vós com a plenitude da vossa misericórdia, para infundir a vossa misericórdia em todo o mundo, por todo tempo e por toda a eternidade. Amém.

Dir.: Rogai por nós São Vicente Pallotti.
Todos:Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Bênção final

Sinal da cruz: Por mim nada posso  com Deus tudo posso  por amor de Deus tudo quero fazer  a ele a honra e a mim o desprezo.


Fonte: Adaptado do material formativo do noviciado 2013

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O melhor... e o pior de mim