Quem somos

Quem somos 
A Sociedade do Apostolado Católico é uma comunidade internacional de padres e irmãos, fundada pelo sacerdote romano Vicente Pallotti (1795-1850). Do nome do santo fundador deriva o nome popular “palotinos”. O título oficial em língua latina é “Societas Apostolatus Cattolici”. As iniciais do título latino formam a abreviação “SAC” que se acrescenta ao nome dos “Palotinos”. 

A Sociedade foi fundada em Roma no ano de 1835. Atualmente conta com mais de 2300 membros em todo o mundo, que vivem em mais ou menos 300 Comunidades Locais, espalhadas em mais 40 países em todos os continentes. Os sacerdotes e irmãos da Sociedade são provenientes de mais de 40 nações, por isso, para a comunicação interna usam-se sete línguas oficiais: italiano, inglês, alemão, português, polonês, espanhol e francês. 

Da Sociedade fazem parte sacerdotes e irmãos que, por toda a vida, prometem à mesma: castidade, pobreza, obediência, perseverança, comunhão de bens e espírito de serviço. O lema da Sociedade são as palavras do Apóstolo São Paulo: “Caritas Christi urget nos” (A caridade de Cristo nos impele). A padroeira da Sociedade é Maria, Rainha dos Apóstolos. 

Brasão da Sociedade do Apostolado Católico, padres, irmãos e irmãs - Os palotinos. 
A heráldica da nossa Sociedade, aprovada pelo V Capítulo geral em 1925 (Analecta II, pg. 95), adotada também pelas irmãs, expressa o sentido do apostolado católico que tem a missão de “reavivar a fé e reacender a caridade entre os católicos e propagá-las por tudo o mundo”. 

No campo superior do brasão, a cruz representa a fé dos cristãos e tem como fundo a cor azul-celeste, qual dia luminoso da presença do Cristo. Essa cor refere-se também à Nossa Senhora. O apóstolo é enviado para reavivar a fé dos cristãos. 

Na parte inferior, o cometa dourado, estrela da Epifania que guiou os sábios do oriente à presença do Senhor para adorá-lo, representa a chamada aos povos pagãos (missio ad gentes) e tem o fundo preto que faz pensar aqueles que ainda não foram iluminados pela fé. (O dourado da estrela é cor da sabedoria: os sábios chegaram a Cristo pela sabedoria humana). 

O apóstolo, como “estrela da Epifania”, é testemunho da fé em Cristo e foi enviado a propagá-la pelo mundo. Os dois campos aparecem separados por uma franja na qual pode-se ler a expressão de São Paulo: “Caritas Christi urget nos”. 

A caridade reacendida permanentemente no seu coração impele o apóstolo a levar o amor e a misericórdia infinita de Deus a todo o mundo, para cumprir a sua missão evangelizadora. Fonte: deuscaridade.blogspot.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sobre a causa dos santos da família palotina

O melhor... e o pior de mim